risco-vida

Você também corre este risco de vida?

Acidentes acontecem sempre e em todos os lugares, seja por imprudência, por descuido, etc. O que vem acontecendo com uma certa frequência são acidentes onde o motorista tem algum problema com a saúde, como queda de pressão e paradas cardíacas, e acabam provocando colisões, na maioria das vezes, fatais. Esses acidentes, apesar de serem ainda incomuns, precisam de certa atenção. Os cuidados com a saúde devem ser rotineiros. Exames de check-up devem ser realizados regularmente, principalmente se a profissão exigir que tudo esteja em dia com o corpo.

A alimentação também é um fator extremamente importante, então devemos levar em conta que os alimentos que estamos consumindo diariamente são os que determinam a qualidade de nossa saúde. Evitar frituras e alimentos muito gordurosos faz com que todo o organismo seja preservado. Alimentos como frutas, verduras e legumes contém muitos nutrientes que o corpo carece. E um dos bens de consumo mais importante: beber cinco ou mais copos de 250 ml de água todos os dias pode diminuir risco de doenças cardíacas em até 60%.

Há também os fatores físicos como cansaço, visão ou audição comprometidas que podem diminuir a atenção e aumentar os riscos de acidente; os fatores emocionais e psicológicos, como nervosismo, tensão, ou excitação quando fazem o motorista perder o foco.

O ideal é estar sempre atento aos alertas enviados pelo corpo para evitar que casos como os citados anteriormente ocorram e acabem prejudicando, não só a si mesmo, mas ao próximo. Vamos nos conscientizar sobre o assunto e tornar esse tipo de acidente cada vez mais raro. Fique atento.

perigo

O perigo ronda sua casa

Ainda que haja muita cautela e instrução sobre o assunto, os acidentes domésticos acontecem sempre e com muita frequência e, na maior parte das vezes, com crianças. É necessário dar mais atenção à este assunto, visto que todo cuidado depende dos responsáveis.

Há necessidade de sempre remanejar o ambiente doméstico dificultando o acesso das crianças aos objetos e utensílios que as trazem riscos, como vidros, talheres, etc e até mesmo impedir que elas fiquem em alguns cômodos. Porém há lugares em que não é possível evitar que as crianças transitem, como a cozinha, mas há maneiras de evitar que os acidentes aconteçam. Por exemplo, evitar sempre deixar as panelas nas bocas frontais do fogão e os cabos destas virados para a beirada, dessa forma, evita-se que os traumas aconteçam com as crianças e até mesmo com adultos, por algum descuido qualquer.

Outra coisa muito importante são os desinfetantes e sabões. Há um grande número de morte de pessoas envenenadas por consumirem esses produtos, mais uma vez com destaque para as crianças. As substâncias contidas nos frascos podem prejudicar até mesmo às partes externas do corpo, quando não há consumo, mas contato direto. O ideal é manter esses produtos completamente fora do alcance das crianças e sempre usar luvas ou lavar muito bem as mãos após utilizar os mesmos.

O recorde de traumas vem das queimaduras, sendo elas com ou sem contato direto com o fogo. Vasilhas com líquidos quentes, ferro de passar roupas, chapinha e etc causam muitos acidentes dentro do ambiente doméstico. Devemos estar sempre atentos quando o assunto é fogo. Evitar deixar os objetos que têm alto grau de calor ligados quando não há necessidade e sempre atentar às vasilhas que contém algum tipo de alimento, bebida, etc para que estes não sejam derramados.

Enfim, acidentes como estes ocorrem todos os dias e, por isso, devemos dar mais atenção aos pequenos detalhes que levam a estes acontecimentos. Devemos ser mais cautelosos, principalmente com as crianças que ainda não têm noção do perigo. Façamos nossa parte para evitar que problemas como estes continuem acontecendo.